Sua empresa precisa da buyer persona

Todo negócio tem seu público-alvo, certo? É aquele grupo de pessoas para quem você deve dirigir suas comunicações e a quem você deve agradar com as soluções que propõe. Isso dá as direções básicas do negócio e da estratégia de marketing que será adotada.

No entanto, com a expansão do marketing digital, a figura da buyer persona assume esse posto para auxiliar nas estratégias do seu negócio. Quer entender um pouco melhor sobre esse assunto?

Então, confira em nosso post o que é persona, qual é a sua importância para uma estratégia de marketing e como construí-la!

 

O que é a persona?

A buyer persona é o cliente ideal de sua empresa. É uma síntese do perfil de seus clientes atuais e daqueles que podem vir a se interessar pelo seu produto em um personagem semifictício. Assim, gênero, faixa etária, situação familiar, emprego, cargo, objetivos, problemas que enfrenta e processo de compra são todos levados em consideração na hora de definir essa figura.

Todas essas características servem para direcionar o conteúdo apresentado em uma estratégia de Inbound Marketing e os meios de comunicação utilizados para alcançá-los da maneira mais adequada.

 

Persona e público-alvo são a mesma coisa?

Não! O público-alvo apresenta um conceito muito mais geral do que o da persona. Por exemplo, enquanto um público-alvo pode ser definido como “jovens universitários”, sua persona pode ser o João, de 21 anos de idade, estudante de Administração, que quer empreender na área de tecnologia, mas não possui conhecimento suficiente. Ele terá toda uma história de vida, hábitos e características específicas.

A produção de conteúdos e o planejamento de uma estratégia de marketing se dará como se você estivesse falando diretamente com a persona. Quando uma pessoa real que tenha características próximas às da persona tiver acesso a seu conteúdo, ela se identificará muito mais com o que vê.

Com isso, vem a sensação de que o negócio é apto para resolver seu problema específico e ele passa a ser considerado com atenção.

 

Como construir sua buyer persona?

 

1. Faça perguntas

Procure ser minucioso ao traçar o perfil de seu cliente ideal. Defina o gênero predominante dentre seus clientes, uma idade média do público que possa ter interesse no negócio, sua profissão, cargo, seus objetivos e os problemas que pretende enfrentar. Sua jornada de compra habitual e o processo de decisão também são fatores úteis para o estabelecimento da estratégia.

Tenha cuidado especial com a parte dos problemas, pois, para defini-los com certeza, não basta fazer uma engenharia reversa das soluções que seu negócio apresenta! Não haverá necessariamente uma correlação direta entre ambos e, para fim de estratégia de marketing, deve-se dirigir ao problema específico da persona e apresentar conteúdo relevante que proponha soluções ou a oriente no caminho delas.

 

2. Perceba padrões

Busque características em comum entre seus atuais clientes e os hipotéticos, ideais. Procure pelos pontos de contato nos dados de identificação, bem como nos objetivos, nos problemas e na jornada de compra. Procure extrair os pontos de intersecção e conciliar os dados obtidos para atingir um nível máximo de aproveitamento e proximidade entre a persona e seus clientes efetivos.

Caso você veja que seu negócio pode apelar e ter visibilidade a públicos distintos, não tenha receio de criar personas diferentes. De todo modo, sempre tenha bastante atenção aos detalhes.

 

3. Documente seu perfil

Por fim, sistematize todos os dados e os exponha de forma acessível, como se estivesse contando uma história sobre a persona. Todas as pessoas envolvidas na estratégia de marketing devem entender as peculiaridades e as motivações da persona e dirigir seus processos a satisfazer as expectativas dela e solucionar seus problemas.

Criar uma buyer persona, portanto, é imprescindível para levar sua estratégia de marketing pelo caminho certo. Ela pressupõe uma comunicação mais próxima com seus clientes em potencial e uma proposição mais eficiente de soluções a seus problemas, por ser o mais específica possível.

E aí? Nosso post foi útil para você? Agora, queremos saber sua opinião! Sua empresa implantou o conceito de persona em suas estratégias de marketing? Ainda tem dúvidas de como fazê-lo? Conta pra gente nos comentários.