A arte do lifelong learning: a importância de aprender enquanto vivemos

Estudar faz bem! Exercitar o cérebro fortalece a memória, nos torna mais competentes em nossos trabalhos e — até mesmo — companhias mais interessante.

Com a internet presente em todos os momentos de nossas vidas, o aprendizado deixou — ainda mais — de ser exclusivo de salas de aula, garantindo um incentivo a mais para o lifelong learning.

Já ouviu falar no conceito do lifelong learning? Vamos apresentá-lo no post de hoje e mostrar as vantagens de se ultrapassar os limites rígidos do aprendizado tradicional. Confira!

 

 

Dinamismo de tecnologias e informações

Ser integrado na sociedade depende de mais do que só conhecer o que acontece na cidade — ou mesmo no país — em que se mora. A globalização proporcionada pela internet exige que saibamos o contexto mais geral possível de tudo que nos rodeia.

Assim, o ambiente profissional passa a demandar conhecimentos mais especializados não apenas na área de atuação, mas também nos recursos tecnológicos relacionados ao segmento. Não falamos apenas de conhecimentos avançados de Word e Excel, mas também em noções de programação e design.

Por outro lado, uma roda de conversa atual pode trazer assuntos mais variados do que antigamente.

Enquanto, há alguns anos, uma conversa mais abrangente exigia uma troca mais intensa de experiências pessoais e aprofundamento de cada membro em assuntos diferentes, o amplo acesso à informação atual permite que todos tenham condições de falar com certa propriedade sobre uma infinidade de temas.

Cada vez mais, a noção de conhecimento ligado ao empoderamento tem sido interiorizada na mente da geração atual, e isso se reflete tanto nas exigências sociais quanto — e especialmente — nas profissionais.

Dificilmente, um empreendedor que se destaca é aquele que possui mestrado em administração de empresas, mas aquele que busca aprender sobre todos os recursos que podem ser úteis para seu negócio.

 

 

Modelos de aprendizado

A sala de aula de uma faculdade, seja uma graduação ou pós, não é nem de perto suficiente para satisfazer as exigências por acúmulo de informação que a sociedade e o mercado têm imposto. Experimente perguntar a um professor o quão desleal é a concorrência entre sua aula e os celulares de seus estudantes.

Nos últimos anos, houve uma explosão de oferta de cursos gratuitos online, nos quais você pode adquirir noções básicas de praticamente tudo no mundo. Além disso, materiais como livros, e-books e vídeos permitem que o aprendizado se dê de uma forma menos linear e o acúmulo de informação ocorra de maneira mais conveniente.

Essa revolução mudou os paradigmas do aprendizado, retirando-o dos confinamentos da educação formal. Todas as experiências passam a ser valorizadas como fonte autorizada de instrução: sejam notícias, uma mentoria, um vídeo do TED Talks. O que importa é botar em prática o lifelong learning e adquirir o máximo de conteúdo.

 

 

Vantagens do lifelong learning

Os benefícios de se manter em constante atualização são claros. A sociedade do acesso à informação não aceita tão bem pessoas que não pensam por si mesmas e não buscam aperfeiçoamento.

O mercado de trabalho valoriza indivíduos com conhecimentos interdisciplinares, mesmo que não adquiridos de modo formal. Habilidades como boa oratória, pensamento lógico e criativo não vêm, necessariamente, de berço, mas de um processo de lifelong learning. São exercitadas pelo acesso à informação e reconhecidas como traços profissionais positivos.

Socialmente, pessoas com conhecimentos amplos e predisposição ao diálogo possuem um magnetismo notável. Elas conquistam seus interlocutores, os envolvem em sua linguagem corporal e se destacam em ambientes sociais. São pessoas desejáveis de se ter por perto.

Pense em um ambiente social de networking profissional. Geralmente, quem se destaca não é só quem demonstra saber sobre seu trabalho, mas quem sabe se aproximar e chamar atenção com sua experiência em interações sociais, dando ainda maior credibilidade ao assunto profissional que aborda.

Se manter em constante aprendizado, portanto, é o pilar principal do lifelong learning. É sempre importante ressaltar sua importância para o destaque em ambientes sociais e profissionais, sem deixar de lado os benefícios do exercício constante do cérebro para a saúde mental: relaxa, fortalece a memória e acelera o raciocínio.

Se gostou do conceito de lifelong learning, não deixe mostrar este post aos seus amigos, compartilhando-o nas redes sociais!